Carvalhos de Justiça

Publicado em: 9 de janeiro de 2022

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 196

Tags: , , ,

Texto Base: Isaías 61.1-3

O carvalho é uma árvore impressionante. Ele é da mesma família do terebinto. O carvalho vive entre 500 a 1000 anos. A Bíblia fala bastante do carvalho. Ele é mais encontrado na América do Norte. Nos EUA, há 90 espécies, já no México são encontradas 109 espécies. O segundo maior país onde se encontra o carvalho é a China com cerca de 100 espécies. Os melhores vinhos de Portugal são conservados em barris feitos de carvalho. Isto se deve ao fato de que o carvalho conserva o sabor do vinho e a integridade do vinho.

Mas o que significa que Deus quer fazer de Seu povo um “carvalho de justiça”? A ideia da passagem de Isaías é que devemos trazer dentro de nós as boas novas do evangelho. Assim como o carvalho conserva o sabor do vinho, devemos levar sabor a um mundo sem sabor. Assim como o carvalho conserva a integridade do vinho, devemos ter um coração íntegro e reto diante de Deus, procurando sempre fazer a Sua vontade.

O texto de Isaías 61.1-3, foi citado por Jesus em Nazaré, quando Ele, num sábado, entrou numa sinagoga, pegou o livro do profeta Isaías das mãos do assistente da sinagoga, ficou em pé e leu esta passagem. Ao término da  leitura o Mestre sentou-se e disse: “Hoje se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir” (Lc 4.16-21). Jesus quer fazer de cada um de nós um “carvalho de justiça”. Isto significa que a obra que Ele quer fazer em nós é maior do que aquela que Ele tem para fazer através de nós.

Recordo-me de uma estória que ouvi tempos atrás a respeito de um jovem que tornou-se seminarista. Empolgado com o início dos estudos, ele orava a Deus todas as noites dizendo: “Deus, quando eu sair do seminário, nós iremos ter muito sucesso no ministério!”. Passados os anos de estudos do seminarista, chegou a ordenação do mesmo. O ex-seminarista, agora pastor de uma igreja, ainda fazia a mesma oração: “Deus, eu e o Senhor iremos ter muito sucesso no ministério!”.

Porém, os anos foram se passando e a igreja em que o jovem pastoreava, não experimentou nada de extraordinário e poucas vidas se entregaram a Cristo. Sem entender nada, aquele jovem pastor orou a Deus com semblante triste proferindo as seguintes palavras: “Deus, eu não entendo! Eu achava que quando eu me formasse no seminário e me tornasse pastor, nós iríamos ter muito sucesso no ministério, mas nada de extraordinário aconteceu até o momento!”.

O jovem pastor pegou no sono e durante a madrugada, o Senhor apareceu a ele em sonhos. As palavras do Senhor àquele jovem pastor foram: “Meu filho, a obra que eu quero fazer em você é maior que a que eu quero fazer através de você. Aquiete o seu coração e confie em mim.”  Se você quiser ser um “carvalho de justiça” submeta-se à vontade do Senhor. Lembre-se que a nossa esperança não está no ano novo, mas sim Naquele que pode transformar tudo em novo.

Post Anterior:
Próximo post: