O Adeus a um dos Cientistas defensores do Criacionismo

Publicado em: 28 de abril de 2024

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 51

Tags: , , , ,

Faleceu no dia 18 de abril de 2024 Adauto J. B. Lourenço, professor e cientista brasileiro conhecido internacionalmente no meio cristão pela defesa do criacionismo, conciliando fé e ciência. Membro da Igreja Presbiteriana do Brasil, Adauto foi um servo de Cristo com um testemunho fiel e vibrante, profundamente zeloso com as Escrituras Sagradas.

Formado em física pela Bob Jones University, Carolina do Sul, EUA, Adauto obteve título de mestre em física na Clemson University, também na Carolina do Sul. Realizou pesquisas no Max Planck Institut für Strömungsfurchung, em Göttingen, Alemanha, e coordenou, em conjunto com o engenheiro Ary Biazotto Corte Jr., a pesquisa do equipamento OX-FREE, de anticorrosão, financiada pela FAPESP, durante os anos de 2003-2005.

Adauto foi um renomado palestrante e conferencista, atuando como preletor em vários seminários sobre o tema da criação. Além disso, foi autor de livros sobre o criacionismo, tema que ensinou e divulgou por muitas décadas.

Por meio de suas palestras e de seus livros, muitas pessoas tiveram seu primeiro contato com o diálogo entre a ciência e a fé. Com seus estudos e trabalho, Adauto desejou apontar para a glória de Deus por meio da criação. Entre os títulos publicados pelo professor Adauto Lourenço estão: A Igreja e o Criacionismo; Gênesis 1 e 2 – A mão de Deus na criação e Como Tudo Começou: Uma introdução ao criacionismo (Editora Fiel). Adauto Lourenço compôs Mão no Arado gravada pelo Grupo Logos (Paulo Cézar da Silva) em 1985.

Adauto Lourenço deixa a esposa, Sueli, e três filhas.