No dia da Bíblia, Cristãos do Quênia recebem Bíblias no idioma local

Publicado em: 10 de dezembro de 2023

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 45

Tags: , , , , , , ,

Neste último dia 10 (o segundo domingo de dezembro), as sociedades bíblicas em todo o mundo, celebraram o Dia da Bíblia. A data é dedicada ao Livro, cujo os ensinamentos divinos ultrapassaram as barreiras do tempo, para trazer vida eterna e anunciar a boa nova do evangelho de geração em geração. Apesar de ser o livro mais vendido da história, em muitos países da Lista Mundial da Perseguição 2023 é proibido ter ou ler as Escrituras. Nesses países, o acesso à Bíblia pode resultar em agressões, prisão e expulsão de casa e das comunidades.  

O irmão André atravessou a Cortina de Ferro (países do leste europeu dominado pelo comunismo soviético) para levar Bíblias a cristãos que eram proibidos de exercer sua fé e ter acesso ao Livro Sagrado. Até hoje, a Portas Abertas se empenha para entregar Bíblias a cristãos perseguidos de modo que todo seguidor de Jesus possa ter acesso às Escrituras. 

Outro desafio além da proibição do acesso à Bíblia é a falta de tradução das Escrituras para o idioma local. Por esse motivo, uma igreja no Quênia celebrou com danças e louvores quando parceiros locais entregaram 30 Bíblias traduzidas em suaíli, a língua local.

A comunidade cristã visitada fica na região costeira do Quênia. “Obrigado pelas Bíblias. Vocês impactaram grandemente nossa igreja. Aprendi muito com vocês e estou muito grato”, disse um dos cristãos presenteados.  

Um dos parceiros que participou da entrega de Bíblias disse “me senti conectado com aqueles cristãos ao ouvir o testemunho deles e vê-los recebendo as Bíblias. Oro para que eles continuem fortes na fé em Cristo através da palavra de Deus”.  

As Bíblias ajudam os cristãos perseguidos a estudarem as Escrituras na própria língua e a se aprofundarem no entendimento da palavra e no relacionamento com o Senhor. Nessa região do Quênia, os seguidores de Jesus enfrentam perseguição severa de grupos muçulmanos radicais e extremistas do grupo Al-Shabab que atravessam a fronteira com a Somália e chegam à costa do Quênia. 

Parceiros da Portas Abertas trabalham no Quênia e apoiam igrejas locais desde 1990. Através deles, a Portas Abertas oferece o cuidado que os cristãos perseguidos, especialmente os recém-convertidos precisam, com treinamentos bíblicos e preparação de líderes e, em alguns casos, também oferecem apoio socioeconômico e cuidados pós-trauma para vítimas de ataques.  

Pedidos de oração 

  • Louve a Deus pelas 30 Bíblias traduzidas em suali e entregue aos cristãos perseguidos.  
  • Peça ao Senhor que através da leitura da Escrituras a igreja local cresça com maturidade na fé.  
  • Interceda pelos membros da comunidade que ainda não conhecem o amor de Jesus e a palavra de Deus.

Com informações de Portas Abertas, adaptado por Alex Igor Santos