O Sétimo Selo: Anjos e Trombetas

Publicado em: 20 de novembro de 2021

Categorias: Destaques, Estudos de Quinta Feira

Visualizações: 28

Tags: , , ,

Estude o Texto de Apocalipse 8.1-13 e 9.1-21

O sétimo e último selo, registra as sete trombetas no livro do Apocalipse. Os selos falam do sofrimento da igreja perseguida pelo mundo (6.9). As trombetas falam do sofrimento do mundo incrédulo em virtude das orações da igreja (8.4). Para o judeu a trombeta possuía aspectos importantes na história.

No livro de Números as trombetas eram usadas para reunir o povo (Nm 10.13); anunciar uma guerra (Nm 10.9); anunciar um tempo especial (Nm 10.10). Quando a lei foi dada no Monte Sinai a trombeta soou (Êx 19.16-19). Soou quando o rei Salomão foi ungido e colocado no trono (I Rs 1.34-39). A segunda vinda de Cristo será anunciada com voz de trombeta (I Ts 4.13-18).

No Apocalipse as trombetas anunciam com maiores detalhes os acontecimentos que precedem a Segunda Vinda de Cristo. Vejamos cada uma das trombetas que são anunciadas após a abertura do sétimo selo. A passagem retrata que quando o sétimo selo foi aberto houve meia hora de silêncio (8.1). Este silêncio retrata todo o drama da passagem. Na visão de João sete anjos se acham em pé diante de Deus. Este anjos receberam as trombetas de Deus. Outro anjo fica em pé com um incensário de ouro. O incenso representa as orações do povo de Deus (8.3-4).

Mas do que falam as sete trombetas de Deus?

1) As quatro primeiras trombetas falam  de catástrofes naturais que atingem a terra, o mar, os rios e os astros;

2) As três últimas falam de sofrimentos impostos diretamente aos homens.

Em Mateus 24.4-8 e 24.13-22 há uma divisão semelhante. O propósito é levar ao arrependimento (9.20-21). Os juízos de Deus visam levar à volta a Cristo. No próximo texto analisaremos cada uma das sete trombetas.