Nada de Decepção

Publicado em: 18 de fevereiro de 2024

Categorias: Destaques, Devocionais, Sem categoria

Visualizações: 92

Tags: , , , , , , , , ,

Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado. (Sl 25.3)  Em sua misericórdia, Deus nos deixa livres para falar qualquer coisa com ele quando entramos no Santo dos Santos. A prova disso são o livro de Jó e os Salmos. Uma dessas súplicas muito francas aparece no Salmo 25: “Não me deixes decepcionado, pois eu me refugio em ti” (v. 20). 

Quando a alma está perturbada ante o sofrimento e não consegue con­ciliar a dor que está sentindo com a fé que carrega no coração, um dos ca­minhos de sobrevivência é colocar para fora o que está lá dentro, por meio da palavra audível ou silenciosa.  

É melhor falar do que ficar calado. É melhor jogar a tristeza fora do que arquivá-la. É melhor chorar do que fingir alegria. É melhor manter o semblante triste por mais um pouco do que sorrir artificialmente. É melhor desabafar do que abafar. É melhor falar de mais do que de menos. É melhor orar “Não me deixes decepcionado” do que acusar “Deus não me valeu de nada”.  

No fundo, o salmista sabia que Deus não o decepcionaria. No início do mesmo salmo, ele havia feito sua profissão de fé: “Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado; decepcionados ficarão aqueles que, sem motivo, agem traiçoeiramente (Sl 25.3). 

Retirado de Um Ano com os Salmos [Elben César]. Editora Ultimato.