Lembra-te das Tuas Promessas

Publicado em: 27 de novembro de 2021

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 190

Tags: , , , ,

Leitura recomendada: Salmo 132.1-18

O salmo 132 é o maior dos cânticos de romagem.  Ele fala das promessas feitas a Davi (132.11). O salmo fala do dia em que Salomão trouxe a arca da aliança para o templo. Davi ansiava muito ver o templo construído, mas por ser homem de guerra e ter derramado muito sangue, foi proibido por Deus. O trabalho de construção do templo coube a Salomão. Não sabemos quem é o autor do Salmo 132, mas existe a possibilidade dele ter sido escrito pelo rei Salomão.

Os sete primeiros versículos trazem um apelo aos esforços de Davi.  Davi é conhecido como o homem segundo o coração de Deus (Atos 13.22).  Davi enfrentou grandes lutas e fadigas em prol do nome do Senhor. O salmista recorda das grandes batalhas para conquistar Jerusalém para ser a cidadela do templo (cf. II Sm 5.6-8). Os vv. 3-5 mostram o zelo de Davi para com as coisas do Senhor. Davi não achava justo morar num palácio, enquanto a arca da Aliança, símbolo da presença de Deus, se encontrava numa tenda (tabernáculo)  cf. I Sm 7.2.

No v.4 temos a linda declaração: “não darei sono aos meus olhos e nem repouso às minhas pálpebras.” Este é o retrato de um homem obstinado e zeloso em trazer a arca para Jerusalém e construir um templo para a mesma ficar.  Nos vv.8-10 há a expressão de júbilo pela concretização da construção do templo. Finalmente, a arca da aliança que simbolizava a presença de Deus e Sua glória, achara um local de repouso (132.8). Quando o templo foi terminado o coração do povo se encheu de alegria e a glória do Senhor encheu o templo.

O salmista declara com alegria:Vistam-se de justiça os teus sacerdotes e exultem os teus fieis” (132.9) . Este apelo é feito em nome de Davi. É como se Salomão dissesse: “Não por amor de mim, mas por amor de Davi, meu pai, que foi fiel a Ti.” Por último, há um apelo à fidelidade da descendência de Davi (vv.11-12).  Davi foi o melhor rei de Israel. Neste momento do salmo o ungido é Salomão.  Foi por amor a Davi e não Salomão que Deus abençoou o rei e o Seu povo.

É claro que o rei Davi não esteve isento de falhas, mas ele foi um rei que mesmo diante de seus erros, buscou arrependimento e procurou trilhar os caminhos do Eterno. Os vv.13-18 tratam das bênçãos de ter Deus conosco. Tratam da abundância de mantimento, da provisão aos pobres e da vitória de Davi sobre os inimigos. A arca da Aliança continha três elementos: as tábuas da lei, a vara de Arão que florescera e o Maná que desceu do céu (Hb 9.4). Hoje, o Espírito Santo habita em nós. Somos santuários de Deus (I Co 3.16).Se não fora por Cristo, o descendente de Davi, nenhum de nós teria direito a se achegar a Deus.

Jesus não veio revogar a lei, mas cumpri-la (Mt 5.17). Jesus cumpriu perfeitamente a lei que estava dentro da arca da aliança. Louvado seja Deus pela fidelidade de Suas promessas! Louvado seja Deus porque através de Cristo, temos acesso ao Deus Vivo!