Bem-Aventurados os que choram

Publicado em: 5 de março de 2023

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 337

Tags: , , ,

Salomão, no livro de Eclesiastes, afirma que há tempo de chorar e tempo de rir (Ec 3.4). Há pessoas que choram de tristeza. É a tristeza pelo luto, a tristeza por um relacionamento rompido, a tristeza pela descoberta de uma grave doença, a tristeza pelo desemprego, etc. Há também aqueles que choram de alegria. São as lágrimas derramadas por uma grande notícia.

Por exemplo, a cura de uma grave doença, a aprovação num concorrido vestibular, o pedido de casamento, uma promoção profissional tão almejada, etc. Há aqueles que choram porque seu time foi campeão ou por causa das cenas emocionantes de um filme ou novela. Na segunda bem-aventurança de Jesus, Ele afirma que aqueles que choram são bem-aventurados.

Mas afinal, o que Jesus quer dizer com isto? No texto em questão, Jesus está apontando para aqueles que choram por seus pecados e reconhecem que estão indo na direção errada. O pecado é extremamente nocivo, nos afasta de Deus e gera intensa dor. O pecado impede que encontremos a verdadeira prosperidade (Pv 28.13).

A pessoa próspera do ponto de vista bíblico não é necessariamente aquela que é rica, mas que faz a vontade de Deus. O pecado também traz terríveis consequências. Se os hebreus tivessem dado ouvidos à Palavra de Deus, não passariam 70 anos de tristeza e amargura no cativeiro babilônico, tanto que ao retornarem e ouvirem a leitura da lei divina, os israelitas pranteiam com profunda comoção (Ne 8.10).

Choramos facilmente por clubes de futebol, por cenas de filmes ou novelas, pelo namoro rompido. É fato que tudo isto é lícito. Mas, para Jesus, bem-aventurado é aquele que chora pelo pecado, busca arrependimento, e se alegra na presença de Deus, afinal, a alegria do Senhor deve ser a força que nos impulsiona a cada dia (Ne 8.10).

A propósito, você tem se entristecido quando peca ou já se habituou com o pecado? Pense nisso.