Angustia e Clamor de um Aflito

Publicado em: 24 de março de 2024

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 80

Tags: , , , , , , , , , ,

Leia o Salmo 77

O Salmo 77 é um poema de lamentação e súplica a Deus, que reflete a angústia e a busca por consolo e orientação em tempos difíceis. Ele começa com o salmista clamando a Deus, expressando sua aflição e buscando respostas para suas perguntas. Nos versos de 4 a 10, Asafe, o autor do Salmo expressa que sua aflição e angustia tem tamanha intensidade que isso vem tirando sua paz e descanso pela noite. Quem passa por um sofrimento grande, por vezes se depara com esta situação como a do Salmista.

Ele busca uma resposta de Deus, mas a “aparente demora” na resposta de Deus o faz ficar mais agitado a angustiado, pensando que Deus havia cessado totalmente o seu cuidado para com ele. No entanto, o tom muda à medida que o salmista lembra das obras poderosas de Deus no passado, sua fidelidade e seu amor inabalável pelo seu povo.

No versículo 11, o salmista declara: “Recordarei as obras do SENHOR; sim, recordarei as tuas maravilhas da antiguidade.” Este versículo nos lembra da importância de olhar para trás e lembrar das vezes em que Deus agiu poderosamente em nossas vidas e na história do seu povo. Lembrar das maravilhas de Deus nos fortalece, renovando nossa fé e confiança em seu cuidado e providência.

Às vezes, diante das adversidades, é fácil nos sentirmos desanimados e desamparados. Mas assim como o salmista encontrou conforto ao recordar as obras do Senhor, também podemos encontrar consolo ao refletir sobre a fidelidade e o amor de Deus em nossas vidas. Que este salmo nos inspire a olhar para trás com gratidão e para frente com esperança, confiando que Deus continua sendo o mesmo Deus poderoso que age em nosso favor.