Projeto Café e Missões, fazendo a diferença na pregação do Evangelho

Publicado em: 30 de setembro de 2023

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 119

Tags: , , , , , , , ,

O Projeto Café & Missões nasceu no coração de um missionário da APMT, o Pr. Marco Antônio Mota, que trabalhou por muitos anos em campos missionários diversos, especialmente no Senegal e Uruguai. Atualmente, desenvolve um Projeto de apoio junto a cerca de 250 refugiados venezuelanos, haitianos, senegaleses e afegãos, em Araguari – MG.

Ele divulgou sua ideia tanto junto à APMT – Agência Presbiteriana de Missões Transculturais, como também a irmãos e amigos. A partir daí, formou-se um grupo de parceiros evangélicos mineiros e paulistas para desenvolver um Projeto de comercialização de cafés, destinando parte do lucro aos missionários da Agência.

Desde o lançamento do Projeto, as vendas apresentam crescimento mensal. Estas vendas, tanto para igrejas quanto para pessoas físicas, são feitas para diferentes partes do Brasil: Minas Gerais, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Goiás, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. Os tipos de cafés oferecidos, torrados e moídos em embalagens de 500 g, são: Clássico (um blend com 70% de café tipo Arábica e 30% tipo Conilon), Gourmet (100% Arábica) e Especial (100% Arábica). Tanto o Gourmet quanto o Especial podem ser adquiridos nas opções moído, ou em grãos.

A partir do Cerrado Mineiro, em especial Araguari e Patrocínio, os cafés são produzidos, processados, embalados e despachados diretamente para os consumidores finais ou enviados para São Paulo, de onde são distribuídos em quantidades menores para pessoas físicas e igrejas na Grande São Paulo.

O Instituto Presbiteriano Mackenzie, sediado em S. Paulo, iniciou em junho/2023 suas compras mensais também, atendendo mais de 2000 funcionários de seu campus Higienópolis. 

Seja você também um parceiro em missões através de uma boa xícara de café, siga o projeto no Instagram @projetocafeemissoes ou no site http://www.cafemissoes.com.

Texto do Rev. Dante Venturini Barros