“Oração é a nossa Arma”, afirmam Cristãos Ucranianos

Publicado em: 26 de fevereiro de 2022

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 98

Tags: , , ,

Foto: Reprodução Deutsche Weller

Na manhã de 25 de fevereiro o governo ucraniano confirmou que as tropas russas haviam chegado à capital, Kyiv. O ataque resultou em mortes e milhares de refugiados que estão deixando suas casas. “As pessoas nas igrejas estão com medo e preocupadas. Por favor, mantenha a calma e continue a orar ao nosso Senhor. Por favor, ore por nosso povo, nossas famílias e igrejas”, disse o pastor Sergei Nakul na igreja em Kiev.

Na manhã de 25 de fevereiro o governo ucraniano confirmou que as tropas russas haviam chegado à capital, Kyiv. O ataque resultou em mortes e milhares de refugiados que estão deixando suas casas.

“As pessoas nas igrejas estão com medo e preocupadas. Por favor, mantenha a calma e continue a orar ao nosso Senhor. Por favor, ore por nosso povo, nossas famílias e igrejas”, disse o pastor Sergei Nakul na igreja em Kiev. Segundo Nakul, missionários, pastores e radialistas procuraram continuar a compartilhar as boas novas de Jesus Cristo, acrescentando que nestes tempos perigosos, é disso que o povo realmente precisa.

Cristãos oram em praça na Ucrânia (Foto: Reprodução/Twitter)

Em um vídeo no dia 24 de fevereiro, líderes batistas na Ucrânia compartilharam detalhes da situação. Mísseis explodiram perto de um orfanato apoiado pela União Batista. Igrejas foram mobilizadas para apoiar refugiados nas rotas de evacuação. O pastor Valery Antonyuk, presidente da União Batista Ucraniana, citou o Salmo 23, dizendo que os cristãos devem confiar em Deus. Ele instou as pessoas na Ucrânia e em todo o mundo a permanecerem em oração, alegando que ela é “nossa arma em tempos de guerra”.

“Afirmamos e encorajamos o trabalho dos batistas ucranianos em alcançar o amor de Cristo aos mais afetados pelo conflito. Nós, como batistas europeus, estamos com nossos irmãos e irmãs ucranianos prontos para ajudar na divulgação humanitária em regiões afetadas pelo conflito” acrescentou a Federação Batista Europeia.

Além disso, de acordo com Evangelical Focus, o reitor do Seminário Teológico de Cristãos Evangélicos-Batistas de Moscou afirmou que está orando por seus parentes, irmãos e irmãs de fé, e pelo povo da Ucrânia.

Via Gospel Prime