Mais de 166 milhões de Bíblias distribuídas em 2022

Publicado em: 24 de setembro de 2023

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 111

Tags: , , , , , , ,

Mais de 166,4 milhões de textos da Bíblia foram distribuídos no ano de 2022. São cinco vezes mais do que em 2021, aproximando-se dos números alcançados nos anos anteriores à pandemia. Isso demonstra o interesse contínuo no poder transformador da narrativa bíblica e o compromisso extraordinário das Sociedades Bíblicas em levar a esperança da Palavra de Deus a um mundo ainda em crise.

Os dados são do Relatório de Distribuição das Escrituras em 2022, que acaba de ser divulgado pelas Sociedades Bíblicas Unidas (SBU). O documento mostra ainda que, em 2022, foram distribuídos globalmente 7 milhões de Novos Testamentos, 40% a mais do que em 2021. A maioria dos Novos Testamentos foi distribuída no Hemisfério Sul: 5 milhões na Ásia, seguido pela América Central e do Sul e pela África. O continente africano registrou a distribuição de 1,3 milhão de Novos Testamentos.

Outro número importante é o de downloads de Bíblias, que mantém a tendência de aumento. Em 2022, 28% das Bíblias fornecidas foram baixadas da Internet. Em 2021, foram 21%. Algumas regiões mostram uma demanda maior por downloads das Escrituras do que outras regiões, com a América Central e do Sul liderando com mais de 4,2 milhões de downloads da Bíblia, o que representa 42% dos 10 milhões de downloads globais da Bíblia. Na Europa, duas em cada três Bíblias fornecidas foram baixadas; já na Oceania não passaram de duas para cada 25 Escrituras distribuídas. Na soma total, 166,4 milhões de itens bíblicos foram fornecidos em 2022.

Os números são compilados a partir dos dados anuais de distribuição das Escrituras informados pelas Sociedades Bíblicas em todo o mundo e das exportações de material bíblico, bem como de downloads pela Internet. A Fraternidade das Sociedades Bíblicas Unidas continua sendo uma das maiores tradutoras e distribuidoras de Escrituras do planeta: cerca de 70% das traduções completas da Bíblia no mundo foram fornecidas pelas Sociedades Bíblicas.

Os esforços de distribuição notáveis em 2022 incluem:

  • A Sociedade Bíblica da Ucrânia distribuiu mais de meio milhão de Bíblias; outro quarto de milhão de Bíblias foi distribuído aos refugiados ucranianos na Europa por outras Sociedades Bíblicas;
  • A Aliança China registrou um aumento nas vendas locais de Bíblias de 1,2 milhão para 1,8 milhão;
  • Camboja dobrou sua distribuição de Bíblias (de 12.865 para 25.694) e Porções (de 19.896 para 36.386) e teve um grande aumento na distribuição de Novos Testamentos, de 1.187 para 202.171;
  • A distribuição do Novo Testamento na Mongólia também registrou um dos níveis mais altos dos últimos anos;
  • República Dominicana aumentou sua distribuição de Bíblias em 83%, de 6.941 para 12.735, e de Novos Testamentos em 131%, de 1,4 para 3,3 milhões;
  • Inglaterra e o País de Gales aumentaram sua distribuição em todos os segmentos – Bíblias (19%); NT (454%); Porções/Seleções (601%); todas as Escrituras locais (337%); downloads da Internet (832%). Um aumento médio geral de 649%.
  • Pela primeira vez em uma década, a Grécia ultrapassou o número de distribuição de Bíblias de 10 mil Escrituras e atingiu a meta de 12 mil em 2022.
  • Países como a Indonésia e o Quênia sofreram um declínio na distribuição em 2021, mas conseguiram se recuperar em 2022. A Indonésia distribuiu mais Testamentos do que nos anos anteriores – 644.658, em comparação com 28.400 em 2020 e 16 mil em 2021.

Dois mil e vinte e dois também foi um ano eficaz para a distribuição das Escrituras nas comunidades da diáspora. A Sociedade Bíblica do Irã distribuiu na diáspora 75.600 Testamentos depois de não ter conseguido distribuir nenhuma Escritura em 2021, enquanto em 2020 havia conseguido distribuir apenas 9.600.

Mianmar e Paquistão conseguiram recuperar os níveis de distribuição pré-pandêmicos depois de sofrerem um declínio em 2021.

As incertezas econômicas globais continuam a afetar a distribuição bíblica. O aumento dos custos, os atrasos no transporte e os estoques insuficientes significam que a distribuição ainda está em níveis mais baixos do que aqueles pré-pandêmicos. Além disso, em 2022 as Sociedades Bíblicas ainda são afetadas por desafios persistentes na cadeia de suprimentos.

No entanto, os primeiros sinais de recuperação são visíveis, pois tanto a distribuição de textos bíblicos impressos quanto o número de downloads aumentaram em comparação com o ano anterior.

Os dez principais distribuidores da Bíblia

Da mesma forma, no ano passado, quase dois terços (62%) de todas as Bíblias distribuídas em 2022 foram fornecidas pelas Sociedades Bíblicas de dez países. O Brasil lidera a lista de distribuidores com 4,8 milhões de Bíblias. Ele é seguido pelos Estados Unidos (2,6 milhões de Bíblias), Índia (2,5 milhões de Bíblias), Nigéria (2 milhões de Bíblias) e China (1,8 milhão de Bíblias).

Dentre os idiomas de publicação da Bíblia, os 10 maiores seguem sendo:

Com informações da Sociedade Bíblica do Brasil

Post Anterior:
Próximo post: