Evangelização, Esporte e Saúde

Publicado em: 22 de outubro de 2022

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 15

Tags: , , , ,

O Hospital Presbiteriano Doutor Gordon (HPDG) de Rio Verde (GO), encerrou as comemorações dos 85 anos de existência com tradicional corrida no último dia 25 de setembro. Mais de 460 corredores do estado de Goiás participaram dos percursos de 42, 15 e 5 quilômetros. A largada do trajeto mais longo foi às 5h30 da manhã. 

Os atletas contaram com serviços de fisioterapia, incluindo massagens, alongamento e aquecimento. A expectativa foi grande entre os corredores. A administradora Fernanda Philocreon participa todos os anos. “Eu estava me preparando há vários meses para corrida e estar aqui hoje é bom demais”, comemora.Quem correu os 15 e 5 km saiu às 6h30 da manhã. O percurso foi marcado por subidas e decidas do município goiano.

A partir deste ano, a Corrida Doutor Gordon passou a ser homologada pela Federação Goiana de Atletismo (FGAT), ou seja, a competição se torna oficial em Goiás, com entrada no calendário estadual e nacional e pontuação dos maratonistas.  O diretor de marketing do HPDG, Victor Palazzo, explica que a corrida seguiu uma série de requisitos de segurança. “Nossa corrida está dentro das normas e a estamos elevando para patamares mais altos. Além dessas novidades, o nosso podium este ano contou com premiações dos três primeiros colocados nas modalidades feminina e masculina dos três percursos”, enfatiza. 

A Corrida Doutor Gordon tem também caráter evangelístico. Além da Palavra, o evento promove o esporte e a saúde como aliadas. O superintendente do HPDG, presbítero e médico Mário Brasileiro, lembra que o evento já é tradição na cidade. “É o resgate da ideia simples de que para preservar a saúde, você precisa praticar exercício físico. Seguindo essa linha, lançamos essa corrida para nos conectar à comunidade e tem sido cada vez mais um sucesso”, esclarece.  

Estreante, o Francisco Pereira foi o primeiro colocado nos 5 quilômetros masculino. Ele completou o percurso em 16 minutos e 47 segundos. Já no feminino, a vencedora foi Cleuzinea Dias, com 25 minutos de corrida. A Eliana Santana fez os 15 quilômetros em 1 hora e 15 minutos. Já o Kelvyn Mendes cruzou a linha de chegada aos 55 minutos de prova. 

Os 42 quilômetros foram uma verdadeira prova de resistência: 3 horas e 5 minutos foi o tempo do Nelício Souza. A Ana Paula Sampaio foi a primeira colocada nesse percurso. Emocionada, ela agradeceu a Deus e a família pela dedicação. “É uma mistura de sentimentos muito grande, por isso agradeço a ele a força que me deu – porque achei que seria impossível – e o incentivo da minha família e amigas”, reconhece. 

O lucro arrecadado com a Corrida Doutor Gordon 2022 será revertido para reformas do atendimento público do Sistema Único de Saúde (SUS) no complexo hospitalar e também na casa June Woodal, que acolhe missionários e pastores da IPB, APMT e JMN que são atendidos no HPDG.

Materia de Matheus Santos é estudante de Jornalismo e colaborador do Brasil Presbiteriano