APMT ajuda a Organizar mais uma Igreja no Chile

Publicado em: 14 de maio de 2023

Categorias: Destaques, Notícias

Visualizações: 188

Tags: , , , , , , , , ,

A Agência Presbiteriana de Missões Transculturais, em parceria com a Iglesia Presbiteriana de Chile, depois de anos de trabalho interrompido. Em 2018 a congregação voltou a funcionar e, após 5 anos de um trabalho diligente, a Iglesia Presbiteriana Pródigo foi organizada. Leia a seguir a história do avanço do evangelho na região.

O ano era 1929, a cidade portuária de Valparaíso, no Chile, era um importante polo comercial do país. A Igreja Presbiteriana de Valparaíso ainda era uma congregação com muita disposição de expandir. Em Viña del Mar, a cidade vizinha, a Primera Igreja tinha apenas 25 anos e já tinha plantado a Segunda Igreja naquela cidade em 1923. Era hora de plantar uma nova igreja em Valparaíso, principal cidade da região e uma das mais importantes do Chile. 

Em 1939 a congregação da segunda igreja presbiteriana de Valparaíso foi instalada, e por muitas décadas reuniu diversas famílias e tinha seus próprios departamentos de mulheres, homens, jovens e muitas crianças. Mas o trabalho foi interrompido. Depois de 56 anos ainda era congregação. A ausência de pastores, a grave crise denominacional e os problemas políticos e econômicos que o Chile enfrentava nas décadas de 70 e 80 terminaram por fechar as portas dessa pequena congregação, o que duraria mais 30 anos. 

Em 2016, um projeto da APMT juntamente com a Primera Igreja Presbiteriana de Viña del Mar, propunha começar uma igreja nova naquele bairro, que com o tempo ganhou a fama de “bairro difícil de evangelizar” devido à forte presença católica. Aí nascia Iglesia Pródigo.

Valparaíso já não era a mesma de 1929. Agora era uma cidade universitária, de forte vocação cultural, uma das mais progressistas do país, com uma população jovem e centro de violentos protestos políticos.

O projeto começa com Rev. Amós e Mariana, missionários da APMT, e os irmãos David, Ricardo, Tita, Cristian, Jocelyn e Danae. Com uma equipe de 8 pessoas celebrou o primeiro culto no dia 25 de março de 2018. Três visitas chegaram naquela manhã: o casal Miguel e Marcela, que seriam recebidos como membros em 2019 e os primeiros a batizar seu filho nessa nova igreja. 

Também veio Juanita, uma senhora maltratada pela vida, que estava planejando suicídio. Alguém comentou com ela que a igreja estava aberta e que ela deveria ir lá para conhecer. Ela foi e não saiu mais. Deus a transformou e hoje ela serve nessa mesma igreja.  

O trabalho foi crescendo em 2018 e 2019, com a chegada de mais famílias, e os cultos já tinham 25 a 30 pessoas em média. A expectativa era grande para 2020. E foi mesmo um ano especial. Desde a segunda quinzena de março tudo se fechou no Chile. O lockdown foi um dos mais severos e durou até agosto de 2021. Nesse um ano e meio a igreja se adaptava como podia: reuniões online, criatividade, máscaras e muito álcool em gel.

Deus transformou o problema em benção. Nesse tempo a igreja cresceu, muitas famílias chegaram e as reformas do templo avançaram de modo que, ao regressar, era como chegar a uma igreja diferente: o templo renovado e pessoas que nunca tinham se visto pessoalmente, mas que agora cantavam e adoravam juntas. 

O sonho de uma segunda igreja em Valparaíso estava se consolidando. Com famílias de todas as idades, a igreja ia tomando corpo e em agosto de 2023 foi enviada uma carta solicitando a organização. Só em janeiro de 2023 houve a aprovação e assim se confirmou a data para esse dia tão esperado: 25 de março de 2023, exatamente o mesmo dia do primeiro culto da nova igreja no Cerro Los Placeres.

94 anos depois do início daquele trabalho, o sonho da Segunda Igreja em Valparaíso se tornou realidade. Sonho de várias gerações de irmãos da Iglesia Presbiteriana de Chile que viram por quase 40 anos o templo fechado, sinal de uma igreja morta. Sonho nosso também, em ver a igreja alcançando as novas gerações e sendo relevante em uma das cidades mais queridas do povo chileno.