Você foi formado para fazer parte da Família de Deus

Publicado em: 21 de março de 2021

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 105

Tags: , ,

Leitura Recomendada: Efésios 2.19

Você não está aqui por acaso. Você não é obra do acaso. Quando você foi criado por Deus, Ele já tinha você em mente (Isaías 44.2; Jeremias 1.5). Deus também planejou para que você fizesse parte da família Dele. Você até pode ter sido rejeitado por seus pais, abandonados por eles, mas Deus, o nosso Pai, não nos rejeita e tem prazer em nos chamar de filhos (Salmos 27.10; 103.13; Isaías 49.15; João 1.12). Nestes tempos difíceis, estamos impedidos da reunião congregacional.

Os protocolos de proteção contra o COVID-19 impedem apertos de mãos, abraços e ajuntamentos. Com a força do Eterno esperamos dias melhores. Esperamos que em tempo oportuno todos nós estejamos vacinados e possamos voltar ao ajuntamento público. Não nos esqueçamos que apesar de impedidos de nos reunir, a igreja continua viva e dinâmica, seja ministrando a Palavra de Deus através da internet, seja ajudando os mais necessitados nestes dias difíceis.

É por isso que é importante fazer parte da família da Deus.  Neste importante texto do pastor Jeremias Pereira, quero mostrar o quanto é importante a igreja local e a família da fé. Observe quais as importantes razões para se frequentar uma igreja local. 

1. A pregação complementa o seu estudo e leituras bíblicas pessoais. Ao ouvir o seu pastor e a palavra pregada e adorar com os irmãos você recebe um “plus” que não tem apenas na sua leitura bíblica e ou através da internet. Quando você não está frequentando a igreja, você não pode experimentar isso. Mesmo que seu pastor não seja “aquele” pregador da internet – ele é um bom homem, que ora e se preocupa com o rebanho de sua igreja local.

2. O carinho e a bondade dos irmãos. Na igreja local os irmãos demonstram um carinho especial uns para com os outros: pastores, líderes, professores da escola bíblica e os irmãos em geral. Você também abençoa outros com este tipo de bondade e amor. Quando você não tem uma igreja local, você perde neste quesito de amor e cuidado.

3. O louvor congregacional é inspirador e curador. Escutar louvores no rádio, no carro, ou mesmo cantar em família, é totalmente diferente de celebrar com a congregação reunida. No canto congregacional algo especial acontece por causa da manifestação do Senhor no meio dos louvores. Não importa se a liturgia é contemporânea ou tradicional: o louvor sendo para Cristo, a edificação é certa.

4. Os momentos de oração e confissão com a igreja reunida são momentos de grande benção espiritual, cura da alma, cura divina, quebrantamento, de abençoar a obra missionária e repartir as dores uns dos outros diante do Eterno.

5. Ofertar, dizimar e doar como um ato de gratidão e adoração. Não há nada de errado em depositar ou fazer sua oferta on-line, ou por depósito ou transferência bancária. Mas quando você vê e participa com os irmãos tanto no cantar, no orar, na ceia do Senhor e nos dízimos e ofertas, o impacto é abençoador. Estamos juntos em missões, ação social, cuidado com os pobres e na expansão do Reino de Cristo!

6. Aprender a expressão do perdão e tratar o próprio coração. O povo de Deus pode ser rancoroso e frio, pode também ferir uns aos outros. Vivemos num mundo imperfeito e às vezes ir ao culto e congregar pode ser um “mix’ de bênçãos misturado com dores. Temos ótimas oportunidades de demonstrar o contrário do que recebemos quanto recebemos alguns “coices”, palavras duras, críticas não saudáveis e olhares um pouco laterais.

7. Nem todos podem congregar. A pandemia, a idade, os problemas de saúde, dificuldades financeiras e outras tensões podem impedir um irmão ou a família de congregar, mas o Eterno proverá saúde e consolo para a alma destes amados de alguma maneira. Entretanto, congregar é necessário, pois, o povo reunido interceda pelas famílias da igreja que sofrem e passam grandes lutas em qualquer área da vida.

8. Uma oportunidade rica de cooperar para que alguém se converta a Cristo. Ao participar dos cultos você leva sua família, convida um amigo, ou um parente. Seu convidado poderá sair do culto como uma nova criatura.

9. Fortalecer ou formar valores Eternos na sua família. 

10. Restaure sua comunhão com sua igreja local. Quem não congrega mais esta perdendo muito. “Não deixemos de congregar, como tem sido o costume de alguns, mas procuremos encorajar uns aos outros”. (Hebreus 10:25 NVI).

Ei você. Agradeça ao Eterno por seu(s) pastor(es) e sua igreja. E você gente boa, se você esta sem congregar há algum tempo é hora de retornar.  Abraço. 

P.S.: Aguardamos ansiosamente o momento em que a pandemia será vencida e juntos poderemos novamente congregar com alegria no coração (Pr. Marcos)

Texto do Pastor Jeremias Pereira da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte

Post Anterior:
Próximo post: