Refinados pelo Fogo

Publicado em: 20 de junho de 2019

Categorias: Devocionais

Visualizações: 435

Tags:

A impressão que temos quando lemos a Primeira Carta de Pedro, é que o apóstolo desejava terminá-la no v.11 do capítulo 4. Ele usa neste versículo a “doxologia” que é a exaltação da pessoa do Deus Todo Poderoso, tão comum no final das cartas do Novo Testamento. A palavra “doxologia” significa literalmente “palavra de glória” (dóxa = glória + logos = palavra). Inspirado pelo Espírito Santo, o apóstolo Pedro continua a carta. As provações vividas pelos cristãos eram intensas e eles precisavam de mais encorajamento. É por isso que nos capítulos 4 e 5, o amado apóstolo continua a temática sobre o sofrimento que é o assunto principal da carta.

Para Pedro, as provações não nos devem causar estranheza. Ele compara as provações e perseguições a um “fogo ardente” . A palavra grega utilizada por Pedro é “pyrosis” que significa literalmente “queimadura” ou “teste pelo fogo.” O fogo na Bíblia é usado entre outras coisas como metáfora de provações e tribulações (Is 43.2-3). O inimigo das nossas almas não se contenta com nossa fidelidade espiritual, por isso, têm seus instrumentos para roubar nossa alegria e impedir nosso crescimento espiritual. Isso ocorreu com Jó que, por ser homem íntegro e reto a Deus (jó 1.8), enfrentou a fúria do inimigo. Apesar de toda a sorte de adversidades, reconheceu Jó que suas provas faziam parte do seu refinamento espiritual (Jó 23.10-12). Os três amigos de Daniel, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, recusaram-se a prostrar perante a estátua de ouro construída por Nabucodonor, e pela fidelidade a Deus, foram lançados na fornalha ardente (Dn 3.1-23). Deus honrou a fidelidade dos amigos de Daniel e livrou-os da fornalha (3.24-30). A lição que fica deste episódio é que nem sempre Deus nos livra das “fornalhas” (as provações), mas nos livra nas “fornalhas”.

Elias foi um grande profeta de Deus, mas antes de vencer os 450 profetas de baal teve que ser treinado em Querite (I Rs 17.8-24). A palavra “Querite” significa literalmente “fornalha”. É preciso entender que antes de Deus fazer algo grandioso através de nós, Ele quer trabalhar em nós. E para isso, é preciso que em alguns casos passemos pelo refinamento espiritual.

Deus conhece o que precisamos. Sabe o melhor caminho para cada um de nós. Fiquemos com as palavras de Jó: “Mas Ele sabe o meu caminho; se Ele me provasse, sairia eu como o ouro.” (Jó 23.10)