O Senhor do Salmo 23

Publicado em: 2 de agosto de 2020

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 143

Tags: , , , ,

O Salmo 23 começa com a frase “O Senhor é o meu pastor”. No original hebraico a palavra “Senhor” é Yahweh”. Deus foi conhecido por vários nomes na Bíblia, “El Shaddai” (Deus Todo Poderoso), “El Elyon” (Deus Altíssimo), El Olan” (Deus Eterno). Aprouve a Deus inspirar a Davi escrever “Yahweh é o meu pastor”. O nome Yahweh é sagrado demais para os judeus. Yahweh é o nome de Deus.

De tão sagrado, os judeus consideram este nome indigno de ser pronunciado por lábios humanos, tanto que o nome foi substituído por “Adonai” que significa “Senhor”. Sempre que um copista tivesse que escrever o nome “Yahweh”, Ele tomava um banho e usava uma pena de ouro que era banhada sete vezes antes de escrever o nome de Deus. Toda esta reverência demonstra a grandeza do nosso Deus.

A mensagem que fica do salmo 23.1 é a reverência e grandiosidade de nosso Deus. Yahweh não é um Deus qualquer. Ele não pode ser feito por mãos humanas. O céu é o estrado de seus pés. Sempre que depositamos nossa confiança numa divindade menor iremos sofrer. Faraó achava-se a maior divindade do Egito e foi derrotado vergonhosamente por Yahweh. Os adoradores de Baal foram derrotados impiedosamente pelo Deus de Elias. Lembre-se que servir a uma divindade menor é um grande fardo.

Fiquemos com a recomendação do salmista que afirmou que o socorro dele vinha do Senhor que fez o céus e a terra (Salmo 121.1-2).

Post Anterior:
Próximo post: