Doze Promessas de Deus

Publicado em: 30 de abril de 2023

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 330

Tags: , , , , , , , , ,

O profeta Isaías, depois de denunciar o falso jejum, fala do jejum que agrada a Deus (Is 58.1-14), ao mesmo tempo que aborda várias promessas divinas àqueles que o colocam em prática. Vejamos:

Em primeiro lugar, você será uma luz cada vez mais radiante (Is 58.8). “Então, romperá a tua luz como a alva…”. Depois da noite escura que cobre a terra, o sol desponta trazendo em suas asas a luz da alva, que vai brilhando mais e mais até a claridade do sol banhar toda a terra. Assim é a vida daquele que pratica o jejum que agrada a Deus.

Em segundo lugar, você experimentará uma cura imediata (Is 58.8). “… a tua cura brotará sem detença…”. O pecado é uma doença que debilita e mata. A cura prometida fala do perdão dos pecados e da restauração do vigor espiritual. Além da cura espiritual, abrange, também, a cura física e emocional. O nosso Deus é o Jeová Rafá.

Em terceiro lugar, você verá sua justiça marchando à sua frente (Is 58.8). “… a tua justiça irá adiante de ti…”. A justiça que temos não é a nossa própria, mas a justiça de Cristo imputada a nós. Somos declarados justos diante de Deus. Por esta causa, temos fome e sede de justiça e esta justiça, como nossa precursora, vai adiante de nós.

Em quarto lugar, você verá a glória de Deus na sua retaguarda (Ia 58.8). “… a glória do Senhor será a tua retaguarda”. Se nossa justiça nos precede, a glória de Deus nos sucede. Ela é nossa guarda-costas. Nossos inimigos não podem nos atacar pelas costas nem pelos flancos, porque a glória de Deus nos protege, em nossa retaguarda.

Em quinto lugar, você terá sua voz de socorro ouvida pelo Senhor (Is 58.9). “Então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui…”. Nas aperturas da vida, nos vales escuros de nossa existência, nos desertos tórridos da caminhada, nas águas revoltas e encapeladas do mar da vida, quando o medo assaltar nossa fé, podemos gritar por socorro, e o Senhor prontamente nos ouvirá e nos socorrerá.

Em sexto lugar, você verá Deus transformando suas trevas em luz (Is 58.10). “… então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia”. Na jornada da vida, enfrentamos as noites escuras da alma, quando as sombras das trevas nos envelopam e a escuridão nos abraça. Nessas horas tenebrosas, Deus faz nossa luz irromper nas trevas e nossa escuridão se enche de luz como quando o sol radiante mostra todo o seu esplendor.

Em sétimo lugar, você será guiado continuamente pelo Senhor (Is 58.11). “O Senhor te guiará continuamente…”. Você não ficará errante, sem rumo, na caminhada rumo à terra prometida, mas será guiado pelo Senhor continuamente. Como Deus conduziu Israel pelo deserto com uma coluna de nuvem ao dia e com uma coluna de fogo à noite, assim o Senhor guiará você continuamente.

Em oitavo lugar, você verá sua alma sendo abastecida por Deus até em lugares áridos (Is 58.11). Os desertos não serão contornados, mas eles serão transformados em mananciais. As pedras ardentes e as areias escaldantes converter-se-ão em relva fresca e as fontes transbordantes brotarão das rochas para saciar sua alma.

Em nono lugar, você terá pleno vigor para a jornada (Is 58.11). “… e fortificarão os teus ossos…”. A jornada de Israel do Egito à Canaã foi feita por montanhas escarpadas e vales escuros. Isso exigia muito esforço e vigor. Assim como Deus fortaleceu o povo para a caminhada, Deus também fortalece seus ossos, dando-lhe vigor físico e espiritual para prosseguir rumo à Canaã Celestial.

Em décimo lugar, você experimentará um constante renovo de Deus (Is 58.11). “… serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam”. Sua vida florescerá como um jardim regado e engrinaldado de flores e como um pomar frutuoso. Você será como um manancial, alimentado pelos rios de água viva que fluirão de sua vida.

Em décimo primeiro lugar, você verá sua descendência sendo assaz influente na história (Is 58.12). “Os teus filhos edificarão as antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável”. Você verá seus filhos, como uma descendência santa, sendo levantada por Deus, para restaurar a nação e experimentar um grande reavivamento espiritual.

Em décimo segundo lugar, você se deleitará no Senhor e experimentará uma vida vitoriosa (Is 58.12). “Então, te deleitarás no Senhor. Eu te farei cavalgar sobre os altos da terra…”. O Senhor vem antes da bênção. O Senhor é a melhor recompensa. Ele é o abençoador e a bênção; o doador e a dádiva; aquele que dá a vitória e ao mesmo tempo é a nossa mais doce herança.

Rev. Hernandes Dias Lopes