Alegrai-vos na Esperança

Publicado em: 17 de abril de 2021

Categorias: Devocionais

Visualizações: 142

Tags: , , ,

Alegria é geralmente entendida como um sentimento advindo de coisas boas, acontecimentos positivos e situações felizes. Muitas pessoas são convencidas de que a alegria está no dinheiro, na fama, na família, nos bens materiais. No entanto, é comprovado que nada disso traz alegria verdadeira. Todas essas coisas acabam; elas são superficiais e passageiras.

A passagem bíblica registrada em Romanos 12:12 traz um imperativo: “Regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração perseverantes”. Isto indica que passamos por dificuldades, tristezas, tribulações e aflições. Não somos imunes ao sofrimento mas, mesmo em meio a isso, devemos nos alegrar e ter esperança. Podemos experimentar uma alegria que transcende qualquer circunstância.

Assim, essas circunstâncias, a ansiedade, as pessoas, nada pode roubar a nossa alegria e nossa esperança, pelo contrário, devemos “nos alegrar sempre no Senhor”.(Filipenses 4.4)

Quando enfrentamos dificuldades e, mesmo assim, estamos alegres, podemos assegurar que a nossa fonte de alegria é Deus, que nos faz alegres mesmo em meio a tribulações. Desta forma, a nossa alegria não é um sentimento que depende das coisas desta terra, mas ela está calcada nas coisas do céu: “… alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus” (Lucas 10.20).

Quando nutrimos um relacionamento íntimo com o Senhor, entendemos que não temos nas circunstâncias externas o motivo da nossa alegria, pelo contrário, ainda que as coisas estejam mal, podemos nos alegrar no Senhor: “porque ainda que a figueira não floresça, nem que haja fruto na vide… todavia eu me alegro no Senhor”. (Habacuque 3.17 e 18). Esta alegria espiritual é fruto de um relacionamento sério com o Senhor, através do conhecimento, confiança e obediência à palavra de Deus. Como fruto deste relacionamento, temos paz em nossos corações e esperança de receber aquilo que Deus está reservando para nós; é a confiança de que aquele que prometeu é fiel para cumprir todas as suas promessas.

A presença de Deus em nós produz alegria mesmo em meio a calamidades e aflições, pois a nossa alegria está na pessoa de Cristo Jesus e essa não tem fim. Portanto, estejamos sempre confiantes de que “a alegria no Senhor a nossa força é”.

Texto de Izilda Portela