Pois não me envergonho do Evangelho

Publicado em: 16 de outubro de 2017

Categorias: Devocionais

Visualizações: 275

Tags:

Envergonho Evangelho

Romanos 1.16

“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego”

Nos tempos do apóstolo Paulo, Roma era uma cidade cheia de pompa e orgulho. Roma se vangloriava de seus filósofos e de suas filosofias. Também se vangloriava de sua riqueza e de sua cultura. Os judeus eram considerados ralés da sociedade sendo que muitos deles eram escravos. É neste contexto que o apóstolo Paulo apresenta sua mensagem. Você imaginou um homem judeu, fazedor de tendas, pregando a mensagem sobre um judeu carpinteiro que foi crucificado e ressuscitou? Constrangedor? Não para o apóstolo Paulo. A confiança de Paulo não estava em sua sabedoria ou conhecimento intelectual.

Sua confiança estava no evangelho que é o poder de Deus para a salvação de todo o que Nele crê (Rm 1.16). A mensagem da cruz não é uma mensagem qualquer. O poder de Deus é capaz de transformar ricos e pobres, intelectuais e analfabetos, feiticeiros e bruxos, ateus e religiosos. O evangelho que transformou homens como C. S. Lewis, Santo Agostinho, Martinho Lutero e também a mim, é capaz de transformar pessoas que você acha que não tem mais jeito. Não tenha vergonha de falar de Jesus.

Se coloque como instrumento nas mãos de Deus. Creia que a obra de conversão é do Espírito Santo (Jo 16.8). Lembre-se das palavras de Jesus: “Todo aquele que me confessar diante dos homens eu o confessarei diante do Pai, que estás nos céus; mas todo aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do Pai, que estás nos céus” (Mt 10.32-33).