Usos incorretos da Bíblia Sobre o Coronavírus (Final)

Publicado em: 13 de junho de 2020

Categorias: Destaques, Estudos de Quinta Feira

Visualizações: 66

Tags: , ,

O QUE A IGREJA PODE FAZER SE ESTÁ FECHADA? COMO SEREMOS SAL E LUZ?

Conforme expus no ponto 3 é incorreto pensar que a igreja sejam as paredes de um determinado local. Sendo assim, ainda que o prédio esteja fechado, a igreja, hoje, tem em mãos grandiosas ferramentas para cumprir seu papel no mundo. Orar, jejuar, estudar a Bíblia, evangelizar pelos meios eletrônicos, atender pessoas que sofrem de forma pontual, se solidarizar com vizinhos, etc, etc, etc. As formas são muitas de ser sal e luz, basta querer! Além disso, a situação é temporária. Logo voltaremos “à programação normal”. Por isso, se seu pastor e líderes orientaram o fechamento do prédio onde se reúnem, respeitem, apoiem, orem, mobilizem-se de outras formas! Juntos abençoaremos o mundo!

VOU OBEDECER A DEUS, NÃO A HOMENS COMO PEDRO ENSINA EM ATOS 5:29?

Em Atos 5:29 Pedro e os demais apóstolos estavam sendo perseguidos por pregar sobre Jesus Cristo. A perseguição vinha do Sinédrio e era focada em calá-los sobre a pregação do nome de Jesus. É o mesmo caso do fechamento temporário das igrejas atualmente? De forma nenhuma. Observe que Pedro ensinou muito bem que existem ordens de autoridades que seriam desrespeitadas, quando elas fossem de perseguição contra Cristo, de cerceamento do dever de proclamar o evangelho. Isso porque existia uma ordem superior de Deus para a proclamação da Palavra. Nesse caso, sim, eu não obedecerei a ordens de homens! Mas isso se estende a qualquer ordem das autoridades? Claramente que não!

Observe que Paulo também falou do tema e explicou que existem motivos justos onde as autoridades deveriam ser ouvidas e respeitadas: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação” (Romanos 13:1-2). A pergunta é: Nossas autoridades estão perseguindo a fé, proibindo a pregação do evangelho, prendendo pregadores, matando pastores? Ou estão em seu papel trazendo medidas sensatas e corretas para abençoar o povo? É cristalino que a segunda opção é verdadeira! Sendo assim, a resistência a essas boas instruções das autoridades representa um erro do crente que a resiste!