Será que sou igual a Jonas?

Publicado em: 27 de agosto de 2017

Categorias: Devocionais

Visualizações: 613

Tags: ,

Jonas foi um profeta muito peculiar. Sua história é conhecida pelo mundo todo, principalmente por Jonas ter sido engolido por um peixe e permanecido na barriga do peixe por 3 dias. No 10º Acampadentro, realizado no mês de Julho com Jovens e Adolescentes em nossa igreja, aprendemos um pouco mais sobre Jonas. Vamos refletir então sobre algumas características da vida do profeta Jonas.

Jonas viveu cerca de 760 anos antes de Cristo. Ele fez algumas coisas que desagradou a Deus, ou seja, teve algumas atitudes que podemos considerar erradas, como por exemplo:

  • Desobedeceu a ordem de Deus. (ao invés de ir para Nínive, foi para o mais longe que conseguiu)
  • Mesmo numa situação difícil, Jonas permaneceu orgulhoso, não assumiu que errou. Jonas ficou na barriga do peixe por 3 dias. Só depois de 3 dias que ele buscou a Deus.
  • Teve que andar por mais de 1 mês a pé para voltar para Nínive e depois disse mais 3 dias para pregar na cidade. Mesmo sendo corrigido por Deus, tendo de certa forma sofrido, não aprendeu a lição e voltou a aborrecer a Deus.
  • Em Nínive, Jonas pregou de maneira simples “Arrependam ou morram”, sem se esforçar para levar uma mensagem de salvação
  • Ficou furioso e aborrecido quando Deus salvou a cidade. Devemos ter alegria em nosso coração quando há salvação. Mesmo se for uma pessoa ruim. (ex.: ladrão da cruz – Alegria de Jesus).
  • Árvore cresceu e morreu e Jonas pediu a morte por causa do sol. Ele era instável, orgulhoso, achava que podia qualquer coisa e tinha direito a tudo.

Mas Jonas é igual a cada de um de nós. Jonas achava que sabia fazer tudo da melhor maneira e se esquecia de Deus. Jonas errava a todo momento e não aprendia a lição, mesmo sabendo o que era correto, ele não cumpria, sofrendo consequências e continuava no erro. Mas essas atitudes se parecem muito com o que fazemos. A vida de Jonas é muito semelhante a nossa vida.

Jonas não faz nada diferenciado, ele não fez nada de extraordinário e mesmo assim foi usado por Deus. Deus pode usar eu e você. Deus usa qualquer pessoa, independente de qualquer condição, da maneira que ele quer para fazer a obra dele. Não tenha medo de pregar o evangelho, igual a Jonas. Não seja orgulhoso, pelo contrário, seja humilde. Em Tiago 3:13 diz (versão A Mensagem): “Quer ser considerado sábio? Quer ter reputação de quem entende? Esse é o caminho: Aprenda a viver! Escute a sabedoria! Viva com humildade! O que conta é como você vive, não o que você fala.”

Devemos lembrar sempre de colocar Deus em primeiro lugar, acima da nossa própria vontade. Devemos lembrar de ser exemplo em tudo o que fazemos. Não adianta lutar contra a vontade de Deus. Não é preciso ser um herói ou alguém especial, Deus gosta de pessoas humildes. Nossas atitudes devem ser em obediência a Deus. Devemos assumir a nossa responsabilidade, assuma seus erros, não faça como Jonas, aprenda a ouvir a Deus. Todas as nossas atitudes tem consequências. Nossos pecados podem ter consequências graves. Jonas desafiou Deus e Deus dava lições nele, uma lição atrás da outra.

Na nossa vida temos recebido diversos ensinos, diversos estudos, diversas lições. Mas será que as lições que Deus nos dá tem tido algum resultado? Quais atitudes você mudou na sua vida? Será que temos buscado mais a Deus, será que temos lido a Bíblia? Sabemos que devemos ler a Bíblia, obedecer a Deus, amar ao próximo, mas nem mesmo saímos da igreja e já esquecemos, já estamos vivendo da maneira que nós queremos, sem se preocupar com Deus. Acabamos de aprender alguma coisa mas não colocamos em prática. Fazemos igual ou até mesmo pior que Jonas, não cumprimos a Palavra de Deus.

Enfim, nossa vida tem muita semelhança com a de Jonas. E Jonas conseguiu levar a salvação a uma cidade inteira. Quantas pessoas nós já levamos a Cristo? Faça a sua parte, ore, evangelize. Atribui-se a Martin Luther King uma frase de valor inquestionável: “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. Será que estamos em silêncio? A Bíblia nos orienta em Romanos 10:14-15

14 Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue?
15 E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!