Salvação: O Cumprimento de uma missão

Publicado em: 14 de janeiro de 2019

Categorias: Devocionais

Visualizações: 242

Tags:

Missio Dei é o termo latim para designar amissão de Deus. Mas muitos se confundem ao tentar definir qual seria essa missão. Pois bem, ao criar o universo, Deus decidiu formar uma criatura que fosse semelhante a Si próprio. Ele, então, formou a humanidade e deu a ela poderes de domínio sobre todo o mundo criado. Mas, para que esse relacionamento entre Deus e o Homem fosse perfeito, ele precisaria experimentar todos os atributos de Deus.

Então, um a um, Deus foi demonstrando tudo que havia na sua essência: Santidade, Justiça, Poder, Amor… e assim o Homem, que tinha sua pré-disposição voltada para a santidade, usufruiu de quase todos os atributos de Deus com a liberdade Espiritual que havia nele. Porém, ainda faltava um, talvez o mais importante, que ainda não era possível naquele momento: a Misericórdia. Só pode experimentar a misericórdia, aquele que cai. Foi assim que Deus “permitiu” que o pecado entrasse no mundo, dando aos nossos primeiros pais uma liberdade diferente, que nem o próprio Deus poderia experimentar sem abandonar sua essência: A liberdade de escolha contrária. Foi daí, que usando sua liberdade, o homem caiu, perdendo sua espiritualidade e se afastando de Deus e seus atributos. Isso é a “Morte”.

Tudo isso levou Deus a iniciar o processo de sua missão, que havia sido concebida desde a eternidade: A SALVAÇÃO DO HOMEM. Aplicando seu atributo de Justiça, o Homem precisaria pagar pelos seus pecados contra Deus com sua morte física e espiritual eterna. Porém, Deus mostra a sua MISERICÓRDIA, enviando Jesus Cristo ao mundo. Encarnado, Jesus é Homem, e capacitado a pagar o preço da nossa desobediência. Mas como Deus, ele teve o poder de vencer a própria morte. Essa é a missão de Deus: Morrer pela humanidade, e ressuscitar. Com isso, nosso relacionamento com Deus pode se tornar perfeito. Tudo que precisamos agora é ter fé.