Para onde foram os velhos costumes?

Publicado em: 8 de maio de 2017

Categorias: Devocionais

Visualizações: 652

Tags:

Familia

Josué 24.15

Mas, se vocês não querem ser servos do SENHOR, decidam hoje a quem vão servir. Resolvam se vão servir os deuses que os seus antepassados adoravam na terra da Mesopotâmia ou os deuses dos amorreus, na terra de quem vocês estão morando agora. Porém eu e a minha família serviremos a Deus, o SENHOR. (NTLH)

Me lembro como se fosse ontem de um passado muito distante, o tempo em que a família do crente se reunia em volta da mesa da sala para um bom momento de meditação na Palavra e oração. Naquele tempo já existia televisão e a internet começava a chegar de forma rápida e sutil, porém, posso afirmar que este momento era SAGRADO.

Onde foi parar este costume tão virtuoso e sadio? Não quero desmerecer as famílias que ainda mantém costumes espirituais em suas casas, porém minhas especulações individuais me mostram que isso tem, pouco a pouco, perdido sua força e muitas vezes morrido. A culpa é da televisão? Ou será da internet? Quem sabe do relógio, já que parece que 24 horas se tornou muito pouco para as pessoas do século XXI. Não importa de quem é a culpa, porém devemos reconhecer que a espiritualidade da família precisa ser restaurada o quanto antes.

Como é primordial na recuperação de qualquer doença, o primeiro passo para esta restauração é reconhecer que a “doença da falta de espiritualidade” existe. Para isso, cheque se estão acontecendo algumas atividades dentro de sua casa, por pelo menos uma semana:

  1. Quantas vezes a família parou seus afazeres para um tempo de oração? (Não vale a oração do almoço de domingo)
  2. Quantas vezes a família se reuniu em volta de uma Bíblia para um tempo de estudo?
  3. Quantas vezes a família separou tempo para ouvir (juntos) uma música de louvor?

Se a resposta foi menos de uma hora por semana, sua família precisa “urgente” de uma restauração na espiritualidade. Darei aqui uma receita muito simples, mas como todo remédio, precisa ser levada a sério. Comece reunindo a família para conversar sobre o problema. Em seguida desenvolva uma agenda semanal, levando em consideração os horários de cada membro da família. Nesta agenda, marque horários (no início pequenos) em que a família se reunirá (todos os membros) para orar por uma causa.

Com o tempo, você pode acrescentar um momento para estudo bíblico. Tente não adiar este tempo, e trata-lo como prioridade todas as semanas. Quando você menos esperar, estará fazendo um verdadeiro culto familiar e os resultados serão incríveis. Esta receita não possuí contraindicações, porém aviso que sempre haverá a tentação de desistir.

Caso isso ocorra, dobre os joelhos firmemente e siga em frente com os procedimentos. Talvez será necessário abrir mão de meia hora de sono, ou do seu programa de televisão favorito, mas afirmo com real certeza: VAI VALER A PENA. Caso você tenha lido, se interessado e precise de ajuda, me procure. Me procure também, caso comece isso em sua família, para contar os resultados do tratamento.

Tenha uma ótima semana.