O Espírito do Natal

Publicado em: 4 de dezembro de 2017

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 14

Tags:

Mateus 1.18

O nascimento de Jesus Cristo foi assim: Maria, a sua mãe, estava comprometida para casar com José. Mas, antes de se unirem, ela se achou grávida pelo Espírito Santo.

Por várias vezes, quando criança, ouvia os adultos dizerem que não poderíamos perder o Espírito do Natal. Com algum tempo, eu percebi que eles falavam sobre não perder a alegria das comemorações de Natal. Infelizmente, sempre vi a alegria acabando, por causa de alguém que bebia de mais, ou porque alguém não estava satisfeito com a comida ou com os presentes. Pensava comigo: acho que esse espírito do Natal não existe coisa nenhuma!

Só depois que encontrei Jesus e tive meu coração convertido, foi que entendi que o Natal realmente possuí um Espírito. Um Espírito que não pode acabar, e que é a razão de podermos comemorar. Quando aceitei Jesus como meu Senhor e Salvador, meus sentimentos, emoções, pensamentos e ações foram, aos poucos, sendo modificados. Passei a entender melhor as coisas.

Descobri, então, que o que modificava tudo em mim, e me fazia uma pessoa melhor, não era meu esforço, mas sim, o Espírito Santo que habitava em meu coração. Parece até algo simbólico, mas é real. O mesmo Espírito, do qual, Maria concebeu a mais de dois mil anos atrás, agora vive em mim. Ele não trabalha sozinho, mas é parte do Deus completo que me deu Vida.

Hoje, creio firmemente que existe, sim, um espírito do Natal. É o Espírito Santo, que habita em todos aqueles que tiveram um encontro com o personagem principal do Natal: Jesus. Ele, não apenas, transforma o Natal numa data especial, mas transforma a Vida de um pecador em uma vida de Santidade.

Você pode ter este espírito dentro de você também. Basta você entender a salvação de Jesus Cristo e aceitá-la como única e suficiente na sua vida.

Tenha um Feliz Natal, cheio do Espírito Santo!!!