Não deixarei para Amanhã o que posso fazer Hoje!

Publicado em: 7 de janeiro de 2019

Categorias: Devocionais

Visualizações: 104

Tags:

Você já deve ter ouvido aquele ditado “a pressa é inimiga da perfeição”. Creio que em muitas situações, pecamos por querer tomar decisões precipitadas. Muitas vezes a ansiedade nos leva a querer fazer as coisas com tanta rapidez, que acabamos por nos esquecer de pedir orientação de Deus. Quando percebemos, já fizemos alguma besteira que pode ter consequências graves na nossa vida. Ex.: A compra de um carro, uma casa, ou mesmo um produto. Muitas vezes os venderes usam várias táticas de marketing para nos fazer comprar em um instante, coisas das quais nos arrependemos, por não precisar tanto assim.

Mas você já parou para pensar que algumas coisas na nossa vida são urgentes, e muitas vezes queremos protelar, e adiar… deixar para amanhã? No texto acima, Ló estava passando por uma situação assim. Deus estava para destruir, naquele instante, as cidades de Sodoma e Gomorra, mas, por amor a Abraão, queria poupá-lo. Anjos foram enviados para avisar que deveria sair “depressa” daquele lugar. O texto nos revela, porém, que Ló se demorava. Talvez ele pensasse: Mas agora? Assim tão rápido? Mas tenho tantas lembranças aqui! Queria poder ficar apenas mais um dia! A demora foi tanta que os anjos puxaram (ele e sua família) pelos braços.

Traduzindo esta passagem para os nossos dias, podemos perceber em nossas vidas que algumas coisas estão a ponto de nos destruir, mas nos demoramos em tomar a decisão que precisa ser tomada. Pode ser um “pecadinho favorito” que lutamos em abandonar. Pode ser um pedido de perdão. Pode ser uma oportunidade. Pode ser uma conversa… não importa o que, mas sabemos que algumas coisas na nossa vida são urgentes. Tenho certeza que o Espírito Santo nos incomoda de forma singular quando temos de tomar alguma decisão urgente. Mas e aí: Vai deixar para amanhã?

Ló foi salvo por um triz, mas sua esposa, decidiu se demorar mais um segundo. Foi apenas uma olhadinha para traz, e morreu. Por isso, não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje!