Depressão é Pecado?

Publicado em: 12 de junho de 2017

Categorias: Devocionais

Visualizações: 1282

Tags:

I Reis 19.3-4 (NTLH)

3 Elias ficou com medo e, para salvar a vida, fugiu com o seu ajudante para a cidade de Berseba, que ficava na região de Judá. Deixou ali o seu ajudante
4 e foi para o deserto, andando um dia inteiro. Aí parou, sentou-se na sombra de uma árvore e teve vontade de morrer. Então orou assim:
— Já chega, ó SENHOR Deus! Acaba agora com a minha vida! Eu sou um fracasso, como foram os meus antepassados.

É errado um crente em Cristo, tomar comprimidos para a depressão? As opiniões divergem no cenário evangélico. Muitas pessoas se sentem culpadas, outros crentes zombam de irmãos que tomam comprimidos contra a depressão (ou até contra outros tipos de enfermidades), e alguns outros por causa disso se recusam a pedir ajuda médica. Nenhum irmão deve se sentir envergonhado ou achar que não é espiritual por procurar ajuda neste sentido.

É falta de compaixão, de respeito e pecado contra o próximo, zombar dele ou dela porque está usando este ou aquele remédio ou procurou um profissional da área médica para ajudá-lo. Se um irmão na fé quebrar o braço, iremos zombar dele porque está com o braço engessado? Ou aconselharíamos a uma pessoa que está com miopia a não procurar o oftalmologista? Por que, então uma pessoa deveria hesitar em procurar ajuda se algo corre mal emocionalmente?

O que é a depressão? A depressão é difícil de definir. Pode variar de uma tristeza e desânimo leves até aquele estupor intenso, perda do sentido de viver e que pode levar uma pessoa a atentar contra sua própria vida. Depressão é pecado? Quais as causas da depressão? David A. Seamands, em seu livro “Cura para os traumas emocionais,” afirma: “O pecado pode levar uma pessoa à depressão, mas nem toda depressão provém de pecado”.

As raízes da depressão podem ser complexas: relacionadas a mágoas da infância, cicatrizes emocionais, opressão maligna (como ocorreu com o rei Saul). Outra causa pode incluir desequilíbrios químicos no cérebro, que, muitas vezes podem ser tratadas com medicação adequada. Se a causa for um pecado específico ou opressão maligna o tratamento é o que as Sagradas Escrituras orientam.

Se você ou alguém em sua família está com um quadro que se parece com depressão, recomendo que procure ajuda urgente. Essa ajuda pode ser de um pastor, conselheiro cristão, um psicoterapeuta e um médico especializado. Se a pessoa não obtiver ajuda, o problema pode piorar, e isso não é da vontade de Deus. Deus nos ama e tem interesse em nossa saúde emocional. Devemos interceder por nossos .  irmãos e por nossos familiares nestes momentos difíceis.

E lembrar-lhes sempre que o Senhor os ama e está perto, independente daquilo que estejam passando. Irmãos e irmãs muito amados já foram beneficiados com os recursos da psicoterapia, da eletroterapia, dos antidepressivos e da terapia espiritual: oração, ministração das Sagradas Escrituras, o apoio de uma igreja amorosa e intercessora, de um grupo pequeno, a presença e o encorajamento dado por um amigo ou amiga, e o acompanhamento de um conselheiro ou conselheira.

Oro por você e sua família que porventura esteja enfrentando tempos difíceis com depressão e doenças que envolvam qualquer transtorno da mente por menor que seja. Que o Senhor lhes conceda graça, força, coragem e fé para crer que este intervalo na sua vida passará e será vencido com a Graça de Cristo Jesus que pode ser manifesta em uma intervenção sobrenatural, miraculosa ou incluir o uso dos recursos mencionados acima que estão à sua disposição.

Texto de Jeremias Pereira da Silva