Decepcionado?

Publicado em: 3 de maio de 2020

Categorias: Destaques, Devocionais

Visualizações: 353

Tags: ,


Aproximou-se dele um leproso rogando-lhe, de joelhos: Se quiseres, podes purificar-me. Jesus, profundamente compadecido, estendeu a mão, tocou-o e disse-lhe: Quero, fica limpo! No mesmo instante, lhe desapareceu a lepra, e ficou limpo

Marcos 1.40-42

Vivemos num mundo de tantas oportunidades, ao mesmo tempo em que experimentamos tantas decepções. Talvez mais decepções do que oportunidades, quando constatamos que os piores males que assolam as pessoas da atualidade estão relacionados com problemas emocionais. Por que tanta frustração? Por que tanto medo, desconfiança, insegurança?

A resposta nós encontramos naquilo sobre o qual as pessoas têm depositado suas esperanças: o próprio homem, as instituições, os governos, o dinheiro, a posição social, a tecnologia, etc. Todas estas coisas são falhas, e mais, o que é produto do sistema social que vivemos, além de falho, é também incompassivo, sem dó, sem amor.

O texto bíblico inicial mostra que diferença há entre aquele que busca o socorro de Jesus com aquele que julga ser suficiente o oferecido pelas obras das mãos humanas. O leproso, homem doente, que não podia ser nem ao menos tocado, era um excluído do convívio social. Ele, porém, obteve a cura total. Por quê? Confiou em Jesus e dele dependeu com fé. Primeiro, o leproso se sujeita à vontade de Cristo: “Se quiseres, podes purificar-me”, depois comprova a verdade sobre o que diziam dele: “profundamente compadecido, estendeu a mão, tocou-o e disse-lhe: Quero, fica limpo”

Quem depende da misericórdia de Jesus não se decepciona. Quem confia em sua generosidade e cuidado, certamente terá o seu favor. Jesus não falha, bem como, é profundamente misericordioso.

Aos que têm se frustrado com este mundo tão falho, passem a contar com Jesus. Busquem-no e entreguem-se a ele com fé. Em sua imensa misericórdia ele certamente os socorrerá.