O Engano do Suicídio

Publicado em: 3 de janeiro de 2019

Categorias: Destaques, Estudos de Quinta Feira

Visualizações: 38

Tags:

O suicídio é o ato voluntário e intencional de tirar a própria vida. Derivado das palavras latinas “sui” (próprio) e “caedere” (matar), o suicídio é um dos maiores males da humanidade. A cada ano, cerca de 1.000.000 de pessoas cometem suicídio em todo o mundo. A necessidade de atenção (pessoa não se sente amada); a vingança; a fuga de uma situação desagradável (depressão, falência, separação entre outros), estão entre os fatores motivadores do suicídio. A pessoa que pensa em suicídio busca alívio para as suas dores e procura a paz. Porém, é necessário lembrar que o suicídio não é a melhor saída para resolver as dores que nos afligem. O suicídio é um salto no escuro e desagrada a Deus. Somente Deus tem o poder de tirar e dar a vida (I Samuel 2.6).

O nosso corpo é santuário de Deus e não podemos destruí-lo (I Coríntios 3.16). A melhor saída é confiar em Deus e crer que o melhor está por vir. Elias, num momento de profunda angústia pediu para si a morte (I Reis 19.4), porém, Deus tinha algo muito melhor preparado para o profeta. Deus permitiu a Elias que fosse para o céu sem passar pela morte ( II Reis 2.11). O salmista num momento de desespero clamou a Deus e o SENHOR concedeu a ele refrigério (Salmo 118.5). Lembre-se que sua vida é preciosa para o SENHOR e Ele tem o melhor preparado para você. Creia que apesar de tudo, viver ainda é melhor.